Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Não Segundo as nossas Obras - C. H. Spurgeon

/ On : 14:46/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.
O apóstolo diz: "não segundo as nossas obras". A atitude do mundo é: "Faça o melhor que puder e Deus o abençoará". A pregação do evangelho afirma que somos pecadores perdidos. Só merecemos ser condenados por Deus. Se haveremos de ser salvos, isso só será possível pela graça soberana de Deus. Ele tem que nos amar voluntariamente ou iremos para o inferno. Nossas próprias boas obras jamais podem nos salvar. Se boas obras pudessem nos salvar, a salvação não seria pela graça e sim pelas obras. Deus afirmou muitas vezes em Sua Palavra: "Não vem das obras, para que ninguém se glorie" (Ef. 2:9).
Na Epístola aos Gálatas, o apóstolo é bem resoluto a este respeito. "O homem não é justificado pelas obras da lei" (Gal. 2:16). Jesus Cristo é o "autor e consumador da nossa fé" (Heb. 12:2). Pecadores devem receber a livre salvação das mãos da graça divina ou devem obtê-la por seus próprios esforços. E impossível merecer salvação; há somente o caminho da graça. Nós só podemos ser "justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus" (Rom. 3:24).
Por que Deus fez a salvação possível somente através da fé? A Bíblia nos diz: "Portanto é pela fé, para que seja segundo a graça" (Rom.. 4:16). Não há mérito algum na fé. Fé é dom de Deus. Nossa salvação depende inteiramente da graça.
Quando somos salvos, não é de acordo com nosso propósito ou mérito, porém "segundo seu próprio propósito". "Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece" (Rom. 9:16). O que Cristo disse a Seus discípulos, Ele diz a nós: "Não me escolheste vós a mim, mas eu vos escolhi" (João 15:16). O ensino de Cristo é que "não quereis vir a mim para terdes vida eterna"(João5:40). Vocês não virão; vocês não podem vir, até que a Sua graça os traga.
"Ninguém pode vir a mim se o Pai que me enviou o não trouxer" (João 6:44). "Todo o que o Paime dá virá a mim" (João 6:37). Estas passagens concordam com nosso texto.
Por que existem pessoas tão iradas contra o propósito de Deus? A nós, seres humanos, é permitido termos propósitos. Por que então Deus não pode ter um propósito? De fato, Ele tem um propósito! Ele governa no céu e na terra. Ele salva Seu povo "segundo seu próprio propósito".
O propósito de Deus está todo fundamentado na graça; graça, tudo baseado na Sua graça, do começo ao fim: "seu próprio propósito e graça".  Os homens são pecadores condena­dos. Mas eles geralmente querem fazer algo para merecerem seu próprio perdão. Deus afirma que um pecador não tem como ser salvo dessa maneira. Deus está disposto a recebê-lo, fraco e indigno, como você o é. Ele lhe dará salvação, todavia não pode vendê-la a você. A salvação de Deus é pela graça. Ele o convida sinceramente a vir a Cristo e a viver. No entanto, você jamais poderá vir, a não ser que o Espírito Santo o faça disposto a aceitar a misericórdia de Deus.
(I) . Salvação é referida na Bíblia como uma dádiva. "Graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos" (2 Tim. 1:9). Isto deveria nos manter humildes. Não podemos ser orgulhosos de algo que nos foi doado. O texto não nos diz: "a qual Ele nos vendeu", ou "nos propôs", mas "a qual nos foi dada". Portanto, nossa salvação é exclusivamente o dom da graça de Deus.
(II) . "Nos foi dada em Cristo Jesus". A graça de Deus vem a nós através de Cristo Jesus. Paulo afirma: "Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo" (Gal. 6:14). Salvação é um dom da graça.
(III) . Deus nos deu esta graça "antes dos tempos dos séculos". Deus vivia sozinho antes do mundo começar. Nós ainda não existíamos, portanto não podíamos fazer nada pela nossa salvação. Deus já reinava então, assim como Ele reina agora. Ele não tomou conselho de homem ou anjo porque nada até então havia sido criado. Ele nos deu salvação antes da funda­ção do mundo para que a nossa salvação pudesse ser totalmen­te pela graça, através de Jesus Cristo.
Você, meu amigo, pode não gostar do ensino do texto, mas creio que dei o verdadeiro significado dele. Peço que aceite o que Deus diz.

Creio que a doutrina da graça é tão cheia de poder hoje quanto no passado. Ela dá coragem ao homem que a recebe. Paulo exorta a Timóteo que não deve envergonhar-se. Deus lhe deu graça em Cristo Jesus antes da fundação do mundo.
(I). Um homem pode ser muito pobre em bens materiais. Este mesmo homem pode ser rico espiritualmente se ele conhece a graça de Deus. O nome de uma pessoa pode não estar nos livros de história do mundo, entretanto o nome do crente foi registrado no livro de Deus antes do início dos tempos. O homem que nisso crer será forte quando tiver que travar a batalha do Senhor. Os que crêem na livre graça de Deus têm confiança. Não têm medo. Eles sabem no que crêem. Até nossas crianças, às quais são ensinadas as doutri­nas da graça, sabem mais do que muitos adultos. Muitos não sabem no que crêem, pois eles ouvem pregações que não os ensinam realmente a verdade de Deus. Se uma pessoa recebeu as doutrinas da graça ela se apegará firmemente a elas. As doutrinas serão muito queridas a essa pessoa, e ela estará preparada a morrer pelas verdades que crê.
(II). Estas doutrinas da graça dão ao homem algo em que se segurar. Por outro lado, as doutrinas da graça seguram o homem! A pessoa que crê que a salvação vem de Deus e não do homem jamais abandonará este ensinamento. Todas as outras doutrinas são como chão escorregadio onde alguém pode facilmente cair. Se a salvação é por esforço humano, como pode você saber se seu esforço é suficiente? Se você tiver seus pés firmes nas doutrinas da graça não precisa ter medo de cair. Este fundamento é bem firme e o suportará. Apeguemo-nos firmemente à verdade do propósito eterno de Deus em Cristo Jesus antes do início dos tempos.
(III). Este ensinamento da doutrina da graça desmascara os falsos ensinamentos. Se dissermos às pessoas que elas são salvas por Deus, verão que não precisam de padres, missas e absolvições. A doutrina da graça é a verdade que Deus usa para sacudir os portões do inferno. Nos tempos quando a Igreja de Deus foi perseguida, os cristãos arriscaram suas vidas para ouvir esta verdade. Quando não era permitido que os cristãos se encontrassem em igrejas, eles se encontravam à noite em lugares secretos. Não tinham medo desde que pudes­sem ouvir a doutrina da graça de Deus. Eles correriam o risco de serem mortos se tão-somente pudessem ser alimentados pela pregação desta doutrina, a qual amavam. Quando o erro é pregado em tantos lugares, isto deve ser contra-atacado pela pregação das doutrinas da graça. Os inimigos de Deus não serão capazes de resistir a estas verdades.
(IV). Quando essas verdades são escritas no coração do ho­mem, elas farão com que ele busque a Deus. Ele saberá que Deus o salvou e passará a vida seguindo a Deus. Ele verá a mão de Deus em tudo. Ele adorará o Deus que já fez e continua a fazer tanto por ele. Ao mesmo tempo, esta doutrina faz com que o homem despreze a si mesmo. Ele sabe que não tem em si mesmo justiça nenhuma. Ele sabe que somente Deus o pode salvar. Ele se sente pequenino, mas contente. Ele se mantém humilde diante do propiciatório de Deus. Mas ele é ousado quando outros se opõem a ele. Que todos nós possamos conhecer o imenso poder que há na verdade da graça de Deus.
(V) . Esta preciosa verdade traz conforto ao pecador. O maior conforto do pecador é saber que a salvação é pela graça. Se os homens fossem salvos por mérito, por boas obras, aonde estaria você? E aonde estariam os bêbados, os blasfemadores e os impuros? Aqueles entre vocês que amaldiçoam a Deus em seus corações e não O amam, aonde estariam? Quando a salvação é inteiramente pela graça, sua vida passada, por mais impura que tenha sido, não é motivo para detê-lo de vir a Jesus. Cristo recebe pecadores. Deus escolheu alguns dos piores pecadores. Por que não então você? Ele recebe a todos que vêm a Ele. Ele não o lançará fora. Alguns chegaram a odiar a Cristo. Eles O insultaram frontalmente. Mas tão logo que eles clamaram: "Deus, tem piedade de mim, um pecador!" Ele teve misericórdia deles. Ele terá misericórdia de você, se o Espírito Santo o guiar a buscar misericórdia. Não haveria esperança alguma para você se me fosse necessário lhe dizer que você precisa conquistar sua própria salvação à parte da graça.
Contudo, a salvação é pela graça. Se você está morto em pecados, existe vida para você. Se você está nu, existe vestimenta para você. Se você se sente arruinado, existe salvação completa para você. Que você tenha a graça para se apoderar da salvação de Deus.
Então, você e eu cantaremos juntos os louvores da glória da graça divina.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails