Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

domingo, 3 de abril de 2011

A Fidelidade do Senhor - C. H. Spurgeon

/ On : 17:39/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.

No verão e no inverno, sucederá isto.

Zacarias 14.8

A s torrentes de água viva que fluem de Jerusalém não se esgotam pelo calor ressecante do verão, assim como não se congelam pelos ventos frios do inverno rigoroso. O minha alma, regozija-te porque foste poupada para testemunhar a fidelidade do Senhor. As estações mudam, e tu também mudas, mas o teu Senhor permanece o mesmo. As torrentes do amor de Cristo são tão profundas, tão largas e tão abundantes como sempre o foram. O calor da inquietação dos negócios e das provações ardentes me fazem sentir necessidade das refrescantes influências do rio da graça de Cristo. Eu devo ir de uma vez e beber o quanto puder da fonte inexaurível, pois no verão e no inverno ela jorra seu rio. As nascentes mais altas nunca são escassas e, bendito seja o nome do Senhor, as nascentes mais baixas também não falham. Elias encontrou Querite seca, mas Jeová ainda era o mesmo Deus da providência.

Jó disse que seus irmãos eram semelhantes a ribeiros enganosos, porém ele descobriu que seu Deus era um rio transbordante de consolação. O Nilo é a grande confiança do Egito, mas as suas inundações são variáveis. Nosso Senhor é sempre o mesmo. Ao mudar o curso do Eufrates, Ciro tomou a cidade de Babilônia. No entanto, nenhum poder, humano ou infernal, é capaz de mudar a torrente da graça divina. Muitos leitos de rios antigos têm sido encontrados secos e desolados. Entretanto, as torrentes que se originam nos montes da soberania de Deus e do amor infinito estão sempre cheias, até à margem. Gerações se dissolvem, mas o curso da graça divina permanece inalterado.

O minha alma, como tu és bendita, tu que és levada para junto das águas tranquilas! Nunca vagueies em busca de outras torrentes, pois, agindo assim, ouvirás a repreensão do Senhor. "Agora, pois, que lucro terás indo ao Egito para beberes as águas do Nilo?" (Jeremias 2.18)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails