Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Um estranho prodígio - C. H. Spurgeon

/ On : 14:36/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei.

Isaías 49.16


Sem dúvida, uma parte da maravilha que está concentrada na palavra "eis" é incrementada pela lamentação incrédula proferida anteriormente por Sião: "O SENHOR me desamparou, o Senhor se esqueceu de mim" (Isaías 49.14). Quão admirada a mente divina parece estar com esta incredulidade ímpia! O que pode ser mais espantoso do que os temores e dúvidas infundados do povo de Deus? A amável palavra de repreensão da parte de Deus deveria nos fazer corar de vergonha. Ele disse: "Como posso esquecer vocês, se os gravei nas palmas de minhas mãos? Como ousam duvidar de minha constante lembrança, quando o memorial está colocado em minha própria pele?"



A incredulidade é um estranho prodígio! Não sabemos de que nos admirarmos mais: A fidelidade de Deus ou a incredulidade de seu povo. Deus cumpre a sua promessa milhares de vezes, mas a próxima provação nos faz duvidar dEle. Ele nunca falha. Ele não é uma fonte sem água. Ele nunca é como um sol a se pôr, uma estrela cadente, ou um vapor que se dissolve. Ape¬sar disso, somos constantemente importunados por ansiedades, afligidos por suspeitas e perturbados por temores, como se Deus fosse uma miragem no deserto.



"Eis" é uma palavra que tem o objetivo de estimular nossa admiração. Aqui, certamente, temos um assunto com o qual podemos nos admirar. O céu e a terra podem admirar-se de que rebeldes obtenham tão grande proximidade do coração de tão infinito amor, que os inscreveu nas palmas de suas mãos. Eu "te gravei", e não "gravei o teu nome". O nome está incluído, mas isso não é tudo — "te gravei". Assimile a plenitude desta afirmação! Eu gravei a sua pessoa , sua imagem, sua causa, suas circunstâncias, seus pecados, suas tentações, fraquezas, necessidades e obras. Tudo o que diz respeito a você, eu o gravei em minhas mãos. Eu o coloquei inteiramente aqui. Você dirá novamente que o seu Deus o abandonou, visto que Ele o tem gravado nas palmas de suas mãos?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails