Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O espetáculo que mudou o mundo - C. H. Spurgeon

/ On : 10:00/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.


“Eis o Homem!” João 19:5


Se existe algum lugar onde o Seu povo possa comprovar a alegria do evangelho do seu Senhor, será lá onde Ele sofreu as mais horríveis humilhações. Venham, almas amedrontadas, “eis aqui o Homem”, no Jardim de Getsêmani. Vejam Seu coração tão cheio de amor, que nunca se conseguirá conter; tão amargurado que terá de sangrar transpirando, pois por algum lado esse amor tem de sair em manifestação.


Vejam as Suas gotas densas que destilam tudo quanto podem expressar por si. Ele cai e levanta-se. “Eis o Homem” a ser levado e pregado com pregos de metal pelas mãos e pelos pés. Olhem para cima, pecadores em arrependimento e vejam aquela penosa imagem de vosso rei e Senhor. Vejam como aquele sangrar brilha pela eternidade fora, como aquela coroa feita de espinhos não tem preço, tendo em conta aquilo que alcançou. “Eis o Homem” quando todos os seus ossos estão a ser desconjuntados e Ele é derramado como água e levado ao próprio pó da Terra.


O Pai O abandonou e ninguém passava por Ele. Olhem e vejam, houve tristeza, houve amargura como a dEle? Todos os transeuntes, tenham uma melhor visão deste espetáculo que mudou o mundo. É único, não tem paralelo, um milagre digno de registro, um prodígio que nunca se poderá igualar. Olhem para o Imperador dos Ais, o qual nunca teve um igual a Si em tudo quanto sofreu. Agonizem e olhem, vós que vos lamentais, pois caso não exista outra consolação nos céus, haverá a de um Cristo crucificado, pois sem Ele, nunca haveria alegria por lá. Pelo resgate devido, colocou a esperança ao nosso alcance, pois em vós harpas celestiais, nunca existiria alegria caso Cristo não tivesse morrido. Mas porque Ele assim fez, terão porque tocar em uníssono sem cessar e sem se cansarem jamais.



Temos apenas de nos assentarmos com muito maior frequência ao pé da Cruz, contemplando, para que tenhamos uma maior valia e nossos próprios problemas se afastem de nós e triunfe em nós nosso Rei e Senhor também. Temos apenas de ver em suas dores nosso remédio, pois logo ali elas desvanecerão porque Ele sofreu. Ninguém dirá que sofreu quando contemplar o Calvário. Olhemos apenas para suas pisaduras e feridas, as quais nos curam para sempre. Se vivemos da maneira certa, será tão só porque Ele nos tornou essa vida possível, pois O contemplamos em Sua morte. Caso nos distingamos pela dignidade, será porque consideramos as Suas próprias humilhações para sempre.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails