Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Você já se pesou hoje? – C. H. Spurgeon

/ On : 12:18/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



"Pesado foste na balança e achado em falta."
Daniel 5.27


É conveniente pesar-nos com freqüência na balança da Palavra de Deus. Você achará um santo exercício ler algum salmo de Davi e, enquanto medita sobre cada versículo, pergunte a si mesmo: "Posso dizer isto? Já me senti como Davi? Meu coração penitenciou-se por causa do pecado, como o dele quando escrevia seus salmos de penitência?


Minha alma tem sido tomada de verdadeira confiança na hora da dificuldade, como a dele quando entoou as misericórdias na cova de Adulão, ou nas cavernas de En-Gedi? Tomo o cálice da salvação e invoco o nome do Senhor?" Então volte-se para a vida de Cristo e, enquanto lê, pergunte a si mesmo em que proporção você está conformado à sua semelhança. Empenhe-se em descobrir se tem a mansidão, a humildade, o espírito amoroso que Ele constantemente inculcava e demonstrava.


Tome, então, as epístolas e veja se pode acompanhar o apóstolo no que ele disse sobre sua experiência. Alguma vez você exclamou como ele - "Desventurado homem que sou! quem me livrará do corpo desta morte?" Você já se sentiu humilhando-se a si mesmo? Você tem visto a si mesmo como o principal dos pecadores e inferior ao menor dos santos? Você conheceu alguma coisa da sua devoção? Poderia você juntar-se a ele e dizer: "Para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro"?


Se lemos assim a Palavra de Deus como um teste de nossa condição espiritual, temos boa razão para fazer uma pausa, às vezes, e dizer: "Senhor, sinto que nunca antes experimentei isso. Faze-me experimentá-lo! Dá-me verdadeira penitência, tal como esta sobre a qual li. Dá-me fé real; zelo mais ardente; inflama-me com amor mais fervoroso; concede-me a graça da mansidão; faze-me mais como Jesus.


Não permitas mais que eu seja 'achado em falta', quando pesado nas balanças do santuário, para que não seja achado em falta nas balanças do julgamento." "Não julgueis, para que não sejais julgados."

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails