Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

domingo, 25 de novembro de 2012

Você realmente pode dizer que ama a Verdade? - C. H. Spurgeon

/ On : 13:37/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.


Levantarei minhas mãos para teus mandamentos, que amo, e meditarei em teus estatutos.

Salmos 119.48


Levantarei minhas mãos para teus mandamentos, que amo.


Ele estende os braços para a perfeição até onde pode, esperando um dia poder alcançá-la. Quando suas mãos penderem, ele recuperar-se-á do langor pela visão prospectiva de glorificar a Deus através da obediência; e dará solene sinal de seu cordial assentimento e consentimento quanto a tudo o que seu Deus ordena. A frase, "levantarei minhas mãos", é muito significativa, e sem dúvida o terno cantor tinha em mente tudo quanto podia ver nela e mais uma grande medida. Uma vez mais ele declara seu amor; pois um coração sincero ama para expressar-se; é um gênero de fogo que espalharia suas chamas. Era natural que ele tivesse a seu alcance uma lei na qual se deleitava, como se fosse uma criança que estende sua mão para receber um presente muito desejável. 


Quando um objeto tão amável, como a santidade, é posto diante de nós, somos impulsionados em direção a ele empenhando toda nossa natureza, e enquanto não for plenamente concretizado, no mínimo estenderemos nossas mãos em oração para recebê-lo. Aonde mãos santas e corações santos vão, o homem todo, um dia, também irá.


E meditarei em teus estatutos. É possível que nunca tenha meditação bastante. Os súditos zelosos desejam familiarizar-se com os estatutos de seus soberanos para não ofendê-los em decorrência da ignorância. Oração com mãos erguidas, e meditação com olhos direcionados para o alto, numa ditosa união, produzirão os melhores resultados interiores. A oração do versículo 41 já se cumpriu na pessoa que luta olhando para cima e estuda visando às profundezas de seu coração. "Venham sobre mim também as tuas misericórdias, ó SENHOR, e a tua salvação segundo a tua palavra." - Salmos 119:41



A totalidade deste versículo está no tempo futuro, e pode ser vista não só como uma determinação da mente de Davi, mas como um resultado que ele sabia se seguiria de enviar-lhe o Senhor suas misericórdias e sua salvação. Quando a misericórdia desce até nós, nossas mãos se erguem; quando desfrutamos a consciência de que Deus pensa em nós com um amor especial, nos asseguramos de pensar também nele.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails