Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

sábado, 29 de dezembro de 2012

Cegos não precisam de óculos! - C. H. Spurgeon

/ On : 10:55/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.


Aquele que não quer enxergar é como se não tivesse olhos; de fato, em algumas situações, o homem cego está em vantagem, pois está no escuro e sabe disso. Um morcego não precisa de lanterna, e o bom ensino é desperdiçado em quem não quer aprender. A razão não passa de tolice para o irracional. Um homem pode levar um cavalo até a água, porém cem homens não serão capazes de fazê-lo beber: fácil tarefa é dizer a verdade a alguém, mas se o ouvinte não quer ser convencido, todo o trabalho estará perdido. Compadecemo-nos do cego, todavia nada podemos fazer por alguém que fecha os olhos para a luz.


Uma pessoa que é cega para as próprias faltas é cega para seus próprios interesses. Aquele que pensa nunca ter sido um tolo está agindo como tal. Quem nunca reconhece seus erros jamais poderá corrigir-se. Como poderemos tirar sujeira do rosto se não olharmos para o espelho, nem acreditamos que ela está ali quando somos avisados?


O preconceito cerra muitos olhos em total escuridão. Fulano já sabe tudo; ele o afirma e pode jurar, é inútil discutir. Já fez sua cabeça e isto não tomou muito tempo, pois não havia muita coisa nela. Mas, quando afirma uma coisa, fixa-se como cola de sapateiro. Julga-se mais sábio do que sete homens com bons argumentos. Ele está convicto que parece ter estado do outro lado da cortina, olhando para o quintal dos fundos do universo. Ele fala como se trouxesse todo o conhecimento no bolso do colete, como uma pastilha de hortelã. Aqueles que gostam podem tentar ensiná-lo; eu, porém não me disponho a segurar um espelho diante de uma toupeira.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails