Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Os hipócritas são os mártires do diabo. - C. H. Spurgeon

/ On : 12:27/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



Os inimigos de dentro da igreja são os que lhe causam o mais sério dano – ela sofre mais da parte desses assustadoramente presunçosos pecadores, os quais não estão satisfeitos em pecar no reino do Rei, mas precisam pecar no palácio do Rei, os quais ousam trazer sua imundícia até mesmo à Sua mesa, a poluindo.


Se qualquer um de vocês que são hipócritas esperam escapar, precisam habitar nas profundezas, de fato! Onde ficam os lugares profundos que podem oferecer refúgio aos fingidores religiosos? Onde se esconderão os mentirosos? Ó, hipócrita, talvez você tenha planejado o seu pecado tão astutamente que mesmo a sua esposa do seu regaço não o saiba: o seu ardil é tão admiravelmente astuto que você carrega duas faces e, ainda assim, nenhum Cristão veja além dessa sua máscara de Cristão. Ah, senhor, você é mais tolo do que eu considero se pensa que pode enganar a Deus. A sua própria consciência deve estar muito incomodada.


Os hipócritas são os mártires do diabo; eles suportam, por toda a vida, um martírio de apreensão e medo.


Eu já vi, quando era garoto, um malabarista na rua jogar para o alto meia dúzia de bolas ou facas, ou pratos, continuamente os recuperando e arremessando, e isso me parecia maravilhoso. Mas o malabarista religioso deixa os outros no chinelo. Ele tem que manter a cristianismo e o mundanismo ao mesmo tempo, e pegar dois grupos de bolas ao mesmo tempo. Ser um homem livre de Cristo e escravo do mundo ao mesmo tempo deve exigir excelente atuação. Algum desses dias você, Sr. Malabarista, vai deixar escorregar uma das bolas, e seu jogo estará terminado.


Um homem não consegue manter o ritmo e jogar o jogo tão espertamente o tempo todo; mais cedo ou mais tarde ele falha, e se torna um “assobio” e um “provérbio”, e se envergonha, se restar alguma vergonha nele.


Ó, “buscai profundezas para habitar, ó moradores de Dedã” (Jr 49.8), se vocês pensam em escapar do olho de Deus e do poder revelador da sua providência. Melhor seria vocês se exporem logo, e jogarem fora seu disfarce, e não mais serem enganadores. Lance fora sua duplicidade de mente. “Cessai de fazer mal; aprendei a fazer bem” (Isaías 1:16-17), pois é tempo de buscar ao Senhor, e Deus pode lhe conceder sua graça eficaz para que você faça isso de uma vez, antes que ele te condene ao mais profundo inferno.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails