Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

terça-feira, 2 de abril de 2013

Atrofiados! - C. H. Spurgeon

/ On : 22:29/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



“Cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Efésios 4.15


Muitos cristãos ficam atrofiados nas coisas espirituais, de modo a apresentar a mesma aparência ano após ano. Nenhum crescimento de sentimentos avançados e refinados manifesta-se neles. Eles existem mas “não crescem em tudo”.

Devemos, porém, ficar contentes com a folha verde, quando podemos avançar para a espiga e finalmente colher todo o grão da espiga? Devemos estar satisfeitos por crer em Cristo e dizer “estou salvo”, sem desejar conhecer por nossa própria experiência mais da plenitude que é encontrada nele? Não deve ser assim; devemos, como bons negociantes no mercado do céu, ambicionar ser enriquecidos no conhecimento de Jesus.

É muito bom cuidar do vinhedo de outros homens, mas não devemos negligenciar nosso próprio crescimento e amadurecimento espiritual. Por que sempre há inverno em nosso coração? Devemos ter nosso tempo de plantio, com certeza, mas oh!, uma primavera - sim, uma estação quente que nos dê a promessa de uma colheita sazonal.

Se desejamos amadurecer na graça, devemos viver perto de Jesus - em sua presença - sazonados pelo sol do seu sorriso. Devemos manter suave comunhão com Ele. Devemos deixar a visão distante do seu rosto e aproximar-nos, como fez João, e acomodar nossa cabeça em seu peito; então nos descobriremos progredindo em santidade, em amor, em fé, em esperança - sim, em cada dom precioso.

À medida que o sol se levanta no alto da montanha e doura a crista da serra com sua luz, e descortina diante dos viajantes as vistas mais encantadoras, assim é uma das mais deleitosas contemplações no mundo para assinalar o esplendor da luz do Espírito sobre a cabeça de algum santo, que se ergueu em estatura espiritual, como Saulo de Tarso, acima de seus iguais, até que, como os Alpes majestosos, cobertos de neve, refletiu primeiro entre os escolhidos os raios do Sol da Justiça, e ostenta o resplendor da sua grandiosidade para que todos o vejam e, vendo-o, glorifiquem seu Pai que está no céu.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails