Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

sábado, 20 de abril de 2013

O Segredo do Contentamento – C. H. Spurgeon

/ On : 18:48/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



Assim, afirmemos confiantemente: O Senhor é o meu auxílio, não temerei; que me poderá fazer o homem?

Hebreus 13.6


Visto que Deus jamais nos deixará ou nos abandonará, certamente podemos nos contentar com as coisas que temos. O Senhor é nosso, portanto, nunca estaremos sem um amigo, um tesouro e um lugar de refúgio. Esta certeza deve fazer que nos sintamos bastante independentes dos homens.



Desfrutando desse sublime patronato, não nos sentimos tentados a nos retrairmos de medo diante de nossos semelhantes e a pedir-lhes permissão para que confessemos que nossas vidas nos pertencem. Dizemos isso com ousadia e menosprezamos o que pode ser afirmado em contrário.

Aquele que teme a Deus não tem mais nada a temer. Devemos viver sob um profundo temor a Deus, de modo que todas as ameaças que podem ser utilizadas pelos mais orgulhosos perseguidores não causarão mais efeito sobre nós do que causaria um assobio do vento.

Os homens de nossos dias não podem fazer muito contra nós, tal como não o podiam os homens que viveram na época em que o apóstolo escreveu este versículo. Em nosso mundo ocidental, a cruz e a espada estão fora de moda. O gigante chamado Papa não pode mais queimar os peregrinos. Se os seguidores de falsos mestres procuram utilizar o escárnio e a zombaria cruel, não fiquemos admirados disso, pois as pessoas deste mundo são incapazes de amar a descendência celestial.

O que fazer, então? Temos de suportar a zombaria do mundo; ela não quebra nenhum de nossos ossos. Se Deus nos auxilia, sejamos ousados; e, quando o mundo se enraivecer, deixemos que ele fique enraivecido, mas não o temamos.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails