Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

segunda-feira, 22 de julho de 2013

O Canto da sereia – C. H. Spurgeon

/ On : 15:50/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.

 
"Vós sois de Cristo." Você é dEle por doação, pois o Pai lhe deu para o Filho, Seu por Sua compra sangrenta, pois Ele morreu como preço da sua redenção; Seu por dedicação, porque se és dEle, então é totalmente consagrado a Ele, Seu por relação, pois agora você é nomeados pelo Seu Nome, e fez de você um de seus irmãos e co-herdeiros.
 

Viva então todos os dias, horas... para mostrar ao mundo que você é servo, amigo e noiva de Jesus. Quando tentado a pecar, responda: "Eu não posso fazer tamanha maldade, porque eu sou de Cristo." São princípios imortais aqueles que proíbem o amigo de Cristo de se confraternizar com o pecado. Quando o dinheiro de convidar ao pecado, diga que você pertence a Cristo, e não o toque... Quando a concupiscência da carne, concupiscência dos olhos e soberba da vida se aproximarem, diga que você já tem seus afetos conquistados por Cristo. 
 

Você está exposto a dificuldades e perigos? Permaneça firme no dia mau lembrando que você é de Cristo. Você vive, congrega... onde muitos estão de braços cruzados sem fazer nada? Levante-se cada dia para o trabalho com todos as suas forças,  e quando o suor encharcar a tua testa e você se sentir tentado a demorar-se, diminuir o ritmo, lamentar-se... Diga: “Não, eu não posso parar, porque eu sou de Cristo, se não fosse comprado pelo Seu sangue eu poderia ser como Issacar, deitando-me entre os fardos, mas eu sou de Cristo e não posso me atrasar em viver para Sua glória no pouco tempo que me resta neste mundo”.
 

Quando o canto da sereia do prazer mundano tentá-lo a racionalizar e andar no caminho dos pecadores, responda: “Tua música perdeu seu encanto sobre mim, eu sou de Cristo.” Que a forma como você usa seu tempo e seu dinheiro jamais neguem a quem você pertence. Que essas coisas jamais desmintam a tua profissão de fé.
 

Seja sempre entre todos os homens um daqueles cujas maneiras são totalmente cristãs, cujo linguajar é como o do Nazareno, cuja conduta e conversa esteja completamente saturada do céu. Que todo o teu saber seja regulado pelo que você sabe sobre teu Salvador. Que o mundo reconheça em seu semblante as características santas daquele que te tem.
 

“Eu sou um romano!” – Antigamente, dizer isso era uma razão para a integridade, bravura em campo de batalha... Muito mais você deve ter esse argumento para a santidade toda abrangente: “Eu sou de Cristo!”

 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails