Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Ser lento para obedecer é desobediência – C. H. Spurgeon

/ On : 09:40/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.



"Apresso-me, e não me detenho em guardar teus mandamentos." – Salmos 119.60


Ele preparou tudo rapidamente para reaver a estrada real da qual se desviara e voltou a percorrê-la com os caminheiros do Rei. Prontidão no arrependimento e prontidão na obediência são dois fatores excelentes. Tão amiúde nos apressamos para o pecado. Tomara que tenhamos mais pressa rumo à obediência! Delonga em arrepender-se propicia o arrefecimento no pecado. Ser lento em guardar os mandamentos equivale a transgredi-los. 


Há muito mal em retardar o passo quando o mandamento de Deus precisa ser seguido. Um santo entusiasmo no serviço deve ser bem culti¬vado. Ele é operado em nós pelo Espírito Santo, e os versículos precedentes descrevem o método dele — passamos a perceber e a chorar nossos erros, somos levados de volta à vereda certa e então nos animamos a recuperar o tempo perdido, lançando-nos ao cumprimento do preceito.


Sejam quais forem as escorregadelas e desvios de um coração honesto, ainda resta nele bastante da vida genuína para produzir piedade ardente quando for vivificado pela visitação de Deus. O salmista suplicou por misericórdia, e quando a recebeu tornou-se entusiasta e veemente nos caminhos do Senhor. Ele os amara sempre, e por isso, quando foi enriquecido com a graça, demonstrou grande vivacidade e deleite neles. Ele foi duplamente dinâmico: positivamente, “apressou-se”; negativamente, recusou a dar qualquer motivo que insinuasse procrastinação - ele “não delongou”. E assim fez rápidos avanços e realizou muito serviço, cumprindo assim o juramento que está registrado no versículo 57: “Eu disse que guardaria tuas palavras.” Os mandamentos que ele nutria tanta solicitude em obedecer não eram ordenanças humanas, e, sim, preceitos do Altíssimo. 


Muitos são zelosos em obedecer a costumes e a agremiações religiosas, e no entanto são relapsos em servir a Deus. E um clamoroso vexame que os homens sejam servidos com toda presteza, e que a obra de Deus seja encarada com desconsideração ou realizada com displicente negligência.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails