Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

terça-feira, 24 de junho de 2014

O homem ou Deus, quem inicia? | C. H. Spurgeon

/ On : 10:00/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.
Não existe outra luz neste mundo, exceto aquela que procede do sol; também não existe, no coração, verdadeiro amor para com Jesus, senão aquele amor que vem dEle mesmo: “Nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1Jo 4.19).


Esta é uma verdade inalterável: nós amamos a Deus tão-somente porque Ele nos amou primeiro. Nosso amor para com Ele é o belíssimo fruto do amor dEle para conosco. Qualquer pessoa pode sentir uma admiração fria ao estudar as obras de Deus. A chama do amor só poder ser acendida no coração por meio do Espírito Santo de Deus.


Que maravilha é, pessoas como nós, serem levadas a amar Jesus! Quão maravilhoso é o fato de que, embora tenhamos nos rebelado contra Deus, Ele nos buscou e nos atraiu de volta por meio de uma demonstração de amor tão admirável. Nunca teríamos o menor grau de amor para com Deus, se este amor não tivesse sido implantado em nosso coração por meio da agradável semente de seu amor para conosco. Portanto, o amor tem com seu progenitor o amor de Deus derramado em nosso coração. Mas, depois de haver sido gerado por Deus, esse amor precisa ser nutrido por Ele. O amor é uma planta exótica, não florescerá naturalmente no coração humano. Tem de ser regada do céu.


O amor para com Jesus é uma flor de natureza delicada. Se recebesse apenas a nutrição que pode ser extraída da tocha de nosso coração, logo pereceria. Mas, visto que o amor procede do céu, ele tem de ser nutrido pelo pão celestial. Ele não pode existir no deserto, a menos que seja nutrido pelo maná que vem do alto. O amor tem de se alimentar de amor. A alma e a vida de nosso amor para com Deus é o amor dEle para conosco.


Eu te amo, Jesus, mas não com meu amor,
Pois não tenho amor para Te dar;
Eu Te amo, Senhor, mas todo o amor é teu.
Eu vivo, Senhor, para Te amar.
Sou como nada e me alegro em dizer:
Sou vazio, perdido  e mergulhado em teu Ser.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails