Home | C. H. Spurgeon | Log out

Venha para o Metropolitan Tabernacle

SpurgeonTv

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Até a ira humana há de louvar-te - C. H. Spurgeon

/ On : 11:27/ SOLA SCRIPTURA - Se você crê somente naquilo que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê,mas, sim, em si mesmo - AGOSTINHO.


Os homens ímpios hão de sentir-se irados. Temos de suportar a ira deles como o distintivo de nossa chamada, o sinal de nossa separação deles. Se fôssemos do mundo, o mundo amaria o que era seu. Nossa consolação está no fato de que Deus fará a ira do homem redundar em glória para Ele: “Pois até a ira humana há de louvar-te; e do resíduo das iras te cinges.” - Salmos 76.10



Quando em sua ira homens ímpios crucificaram o Filho de Deus, eles estavam involuntariamente cumprindo o propósito divino; e, em milhares de casos, a obstinação dos ímpios está fazendo o mesmo hoje. Eles pensam que são livres, mas, como criminosos em algemas, estão inconscientemente realizando os decretos do Todo-Poderoso.


Os projetos malignos dos ímpios são vencidos por sua própria falta de êxito. Eles agem de maneira suicida e frustram suas próprias maquinações secretas. A ira dos ímpios não poderá fazer nada que nos cause dano genuíno. Quando eles queimaram os mártires, a fumaça produzida pelas fogueiras deixou enfermos muitos papistas, mais do que qualquer outra coisa.



O Senhor tem focinheiras e algemas para os ursos. Ele restringe a ira mais furiosa dos inimigos. O Senhor é como um fazendeiro que represa a água do riacho e a faz fluir em seguida para girar sua roda d'água, que por sua vez movimenta a engrenagem que moi o trigo. Não murmuremos, e sim cantemos. Tudo está bem, apesar de o vento soprar intensamente.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails